Apesar de algumas funcionalidades utilizarem javascript você poderá navegar normalmente pelo site.

TRANSPARÊNCIA DAS CONTAS PÚBLICAS

Chico Leite cobra balanço da atual situação fiscal e orçamentária do GDF

Para o parlamentar, é fundamental que o governo esclareça à população a situação das contas públicas neste momento de forte crise econômica e dificuldades orçamentárias para honrar os compromissos e manter a prestação dos serviços públicos


01/06/2017
Cleudson Fernandes
O deputado Chico Leite (Rede Sustentabilidade) participou, na quarta-feira (31/3), da audiência pública realizada pela Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) da CLDF sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2018. O parlamentar debateu estratégias para saída da crise e retomada da situação de responsabilidade fiscal, combate à corrupção e governança pública para permitir o crescimento sustentável do DF. A previsão de receitas e despesas para o ano que vem, a situação da economia, as prioridades de investimentos e as estratégias para reduzir os gastos públicos também foram apresentadas.

Para Chico Leite, é fundamental que o governo esclareça à população a situação das contas públicas neste momento de forte crise econômica e dificuldades orçamentárias para honrar os compromissos e manter a prestação dos serviços públicos. “O governo precisa dar transparência às contas públicas, apresentando para a população um balanço da atual situação fiscal e orçamentária do GDF”, cobrou.

A Comissão também debateu as prioridades de gastos e investimentos apresentadas pelo Poder Executivo para 2018. Entre elas estão: na Saúde, a construção e reforma de unidades básicas de saúde e a construção do hospital da mulher; na Gestão: melhoria no sistema de gestão fazendária, como forma de redução da evasão e elisão fiscais e ampliação da arrecadação; na Educação e esporte: construção de centros de iniciação ao esporte em Santa Maria e Sobradinho II; no Desenvolvimento Econômico: Programa PróCidades de ADE’s – Áreas de Desenvolvimento Econômico; nos Recursos Hídricos: expansão do sistema de abastecimento de água, especialmente as obras de Corumbá IV; nos Resíduos Sólidos: fechamento do aterro do Jóquei; construção do aterro sanitário oeste –Samambaia; construção de centros de triagem e de pontos de entrega voluntária de materiais recicláveis; pagamento de bolsas aos catadores.
 
 

Por: Tiago Monteiro Tavares