Apesar de algumas funcionalidades utilizarem javascript você poderá navegar normalmente pelo site.

ÁGUA É VIDA

Participação do DF no 8º Fórum Mundial da Água é debatida na CLDF

Coordenada pelo deputado Chico Leite, Comissão Geral reuniu várias entidades governamentais e da sociedade civil, que debateram os desafios para a saída da crise e as perspectivas para o evento mundial que acontecerá em Brasília em 2018


22/06/2017
A Frente Parlamentar Ambientalista da Câmara Legislativa, presidida pelo deputado Chico Leite (Rede Sustentabilidade), realizou, na quinta-feira (22), Comissão Geral no Plenário da Casa para debater a participação do DF no 8º Fórum Mundial da Água, que acontecerá em Brasília entre os dias 18 e 23 de março de 2018. Participaram do debate a Secretaria de Estado de Meio Ambiente do DF (Sema), a Agência Reguladora de Água, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa), a Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, especialistas da Universidade de Brasília e a sociedade civil.

Chico Leite coordenou o debate e destacou a importância do tema exatamente no momento em que o DF atravessa sua maior escassez, em plena crise hídrica e a população sofrendo com o racionamento de água. “Estamos no momento em que é necessária a ampliação dos espaços de participação popular na gestão e decisões políticas relacionadas a esse tema, pois a água é direito fundamental e essencial para a manutenção da vida”, defendeu. O parlamentar destacou ainda que a Frente Ambientalista prepara um projeto de lei que visa à preservação do bioma Cerrado.
 
Fórum da Água - O 8º Fórum Mundial da Água deve reunir cerca de 30 mil pessoas de mais de 100 países e terá como tema "Compartilhando Água". Será a primeira vez que o Fórum acontecerá no hemisfério sul. Em crítica ao fórum tradicional, surgiu o Fórum Alternativo Mundial da Água, que contesta a visão mercantilista da água. Para a Secretaria de Meio Ambiente, é importante a integração de ambos os fóruns. A Adasa coordenará a participação do DF no fórum oficial e pretende colocar a água no topo da agenda pública mundial.


Por: Tiago Monteiro Tavares