Apesar de algumas funcionalidades utilizarem javascript você poderá navegar normalmente pelo site.

PRIORIDADES PARA 2018

Chico Leite defende fim da verba indenizatória em primeira sessão do ano na CLDF

Parlamentar falou sobre o planejamento para este ano e demonstrou contentamento com o projeto que pretende acabar com a verba indenizatória na Casa. “Há anos abri mão em caráter irrevogável desse recurso”, ressaltou


02/02/2018
Rodrigo Ramthum
O líder do Bloco Sustentabilidade e Trabalhado (Rede/PDT/PV) na Câmara Legislativa, deputado Chico Leite (Rede Sustentabilidade), defendeu o fim da verba indenizatória durante a abertura dos trabalhos legislativos, na tarde de quinta-feira (1°). A sessão foi marcada pela apresentação da iniciativa que promete uma economia anual de R$ 7,3 milhões para os cofres públicos. Esse é o valor previsto de redução de gastos com o fim da verba indenizatória para os deputados distritais. A medida consta em projeto de resolução de autoria da Mesa Diretora da Casa.

Licenciado do Ministério Público para o exercício do seu quarto mandato, há anos Chico Leite abriu mão, em caráter irrevogável, desse recurso, o que irá gerar uma economia individual de R$ 1,2 milhão apenas nesta legislatura. “A função de todo agente público é servir ao cidadão. Finalmente a CLDF irá debater o fim da verba indenizatória. Abri mão desse recurso em respeito ao dinheiro dos impostos dos cidadãos e por julgá-lo incompatível com a austeridade pública”, afirmou.

A previsão é de que a matéria seja votada em plenário na primeira semana de março, após passar pela análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF), onde Chico Leite possui assento. “Farei o que estiver ao meu alcance para que esta iniciativa prospere e tramite com a celeridade que merece”, finalizou.

Prioridades em 2018
Após o encerramento da primeira sessão de 2018, o deputado aproveitou para comentar sobre as prioridades para este ano. “A sociedade não tolera mais a paralisia do poder público apenas por ser ano eleitoral. Nosso mandato pretende seguir no mesmo caminho dos anos anteriores: o do trabalho pautado na ética e no respeito ao dinheiro dos impostos pagos pelos cidadãos”, afirmou.

De acordo com Chico Leite, é importante cobrar a implantação imediata dos projetos de transparência ativa aprovados no fim do ano passado (PR nº 54/2017, PL nº 1.806/2017 e PELO 97/2017) e a adoção das súmulas vinculantes para reduzir os projetos inconstitucionais.


Por: Rodrigo Ramthum