Apesar de algumas funcionalidades utilizarem javascript você poderá navegar normalmente pelo site.

REDE SUSTENTABILIDADE

Em Congresso da Rede, Chico Leite reafirma apoio à candidatura de Marina Silva à Presidência

Parlamentar discursou na abertura do encontro, que elegeu a nova direção da legenda e atualizou os documentos programáticos; “Nossa pré-candidata reúne todas as qualidades necessárias para o cargo, pois tem uma vida inteira de muita superação pessoal e sempre dedicada ao coletivo”


10/04/2018
Cleudson Fernandes
O deputado Chico Leite participou do 3º Congresso Nacional da Rede Sustentabilidade, realizado entre os dias 6 e 8 deste mês no Minas Hall, em Brasília. Na abertura do evento, na noite de sexta-feira (6), o parlamentar discursou e defendeu a união em torno dos princípios do partido e do nome de Marina Silva como pré-candidata à Presidência da República.

“Vivemos tempos de grande polarização e a sociedade não tolera mais essas disputas pequenas e focadas apenas nos interesses individuais. Nossa pré-candidata à Presidência reúne todas as qualidades necessárias para o cargo, pois tem uma vida inteira de superação pessoal e sempre dedicada ao coletivo”, afirmou.

Durante o encontro, foi eleita a nova direção do partido e atualizados os documentos programáticos. Foram 3 dias de intensos debates e definições importantes, como a aclamação da pré-candidatura de Marina Silva à Presidência do Brasil. Os novos porta-vozes nacionais são Laís Garcia e Pedro Ivo Batista. Também foram eleitos os membros da Executiva e do ELO nacionais.

Com o apoio da militância, Marina afirmou que hoje a sociedade conhece a verdade das estruturas políticas e que o momento político do País necessita uma candidatura como uma alternativa ética. “Agora, nós sabemos quem é quem. Ética não é para ser usada como bandeira, é obrigação”, afirmou.

Além dos delegados e demais participantes, estiveram no Congresso o agora ex-porta-voz do partido, Zé Gustavo, a presidente da Fundação Brasil Rede Sustentável, Heloísa Helena, o senador Randolfe Rodrigues, os deputados Miro Teixeira e João Derly, o ex-senador da República Pedro Simon, além do senador José Reguffe (sem partido), entre outros.
 
 
 
 
 
 

Por: Rodrigo Ramthum